Área reservada

Esqueceu a sua palavra-passe? clique aqui

Cancelar

Registo de utilizador

Utentes

Registo de utente

Registo exclusivo para utentes das consultas de nutrição Good Diet.

Blog

Dietas ioiô: o que são e quais os seus perigos

Dietas ioiô: o que são e quais os seus perigos

Acima e abaixo como um elevador, uma a duas vezes no ano, assim são as dietas ioiô. É mais comum do que imagina, afeta homens e mulheres de todas as idades e nada tem de inocente, pois as oscilações bruscas de (muito) peso podem, a longo prazo, prejudicar a sua saúde.As dietas restritivas são marcadas por resultados extremos, que agradam a quem as faz, uma vez que ocorre perda de peso rapidamente, mas, como referido, podem trazer consequências graves na saúde, tanto a curto como a longo prazo, uma vez que há privação de nutrientes importantes para funções básicas.Além disso, quem entra neste ciclo vicioso de dietas com “efeito ioiô”, sem nunca encarar a alimentação como uma rotina diária e educação para a vida, pode mesmo engordar novamente, obtendo o peso que tinha ou mais.Esta recuperação de peso ocorre porque há ativação de mecanismos nervosos e hormonais que se opõem à perda de peso: maior rendimento do metabolismo corporal com maior poupança energética e aumento do apetite.Desta forma, é importante estar atento aos principais perigos das dietas “ioiô”, além dos dois mencionados anteriormente (alterações de saúde e aumento de peso):- Fraqueza, queda de cabelo e dor de cabeça;- Perda de massa muscular e flacidez;- Transtornos alimentares;- Dificuldade de concentração.Mais importante do que atingir o objetivo da perda de peso rapidamente, é esta perda ocorrer de uma forma saudável e sustentável a longo prazo, para que, desta forma, aprenda a viver em equilíbrio. Assim, pretende-se que consiga uma perda de peso advinda apenas de perda de massa gorda enquanto desenvolve capacidades para deixar de acreditar em “milagres” e mudar para a vida.Comece por colocar em prática algumas dicas e evite o efeito ioiô:- Estabelecer objetivos reais e concebíveis de concretizar;- Inserir gradualmente novos hábitos alimentares;- Fazer pequenas mudanças no estilo de vida ao longo do tempo;- Não estar muitas horas sem comer;- Focar-se na qualidade nutricional e não apenas na quantidade (calorias);- Manter uma boa hidratação;- Ter bons hábitos de exercício físico;- Permitir um pequeno “deslize” alimentar.É importante compreender que não há perdas de peso que durem eternamente. Sempre que o consumo seja superior ao que o corpo necessita, ocorre aumento de peso. Perder peso pode ser necessário quando afeta a saúde, mas o processo deve ser feito com cuidado e respeitando o ritmo do seu corpo.

Saber mais

CASO DE SUCESSO, CRISTINA DO AMARAL

CASO DE SUCESSO, CRISTINA DO AMARAL

A Cristina do Amaral é uma utente da Nutricionista Raquel Coelho que foi acompanhada no Ponto de Nutrição Farmácia Sousa Beirão, Maia.Testemunho Utente Cristina do Amaral: " Não é fácil olhar para os ponteiros da balança e se dar conta, que os três dígitos estão à porta. Eu estava a ficar angustiada, sem força e sem roupa que me servisse; quando me encontrei com a Nutricionista Dra. Raquel Coelho. Abri o meu coração e ela prontamente me ouviu e animou para um novo tempo. Acredito que o meu maior desafio, para além de eliminar peso é manter o peso. Para tal desafio, vou continuar a contar com a ajuda da Dra. Raquel Coelho e o apoio dos que com ela somam. O cuidado que ela está a ter comigo é divisor de águas, uma vez que sou diabética, hipertensa e tinha anemia, quando iniciei o acompanhamento. Os produtos da Vitaceutics (Good Diet e All Pura) são especiais e já fazem parte do meu dia-a-dia. Sou grata a Deus, por colocar a Dra. Raquel Coelho e a sua equipa na minha vida. A todos, gratidão ❤” Testemunho da Nutricionista Raquel Coelho: “Quando começámos as consultas e a Cristina decidiu embarcar comigo neste processo, estávamos longe de imaginar que esta parceria ia ser o segredo para sucesso! Como em tudo, houve momentos mais desafiantes, mas a Cristina soube sempre dar a volta e focar-se nas soluções, com todo este empenho os resultados só podiam ser maravilhosos e conseguiu perder 15kg! Muitos parabéns e muito obrigada por confiar e valorizar o meu trabalho!”Resultados da Utente: Peso inicial: 94,6kg >> Peso Final: 81,4Em 3 meses perdeu 13,20 kg e 10cm de perímetro abdominal. 

Saber mais

O metabolismo tem influência na perda de peso?

O metabolismo tem influência na perda de peso?

Metabolismo é uma palavra derivada do Grego metábole que significa “mudança” e usamos, normalmente, para descrever processos químicos que ocorrem no nosso organismo de forma a manter uma boa homeostasia. Mas, no dia-a-dia, as pessoas falam do metabolismo sem, na verdade, muitas vezes saberem o seu significado. É associado a algo mau, principalmente para quem pretende perder peso, afirmando “não consigo perder peso devido ao meu metabolismo ser lento”. Mas será que tal afirmação faz sentido?Analisando a questão, o metabolismo é um conjunto de processos no qual o nosso organismo transforma as calorias ingeridas em energia. Este envolve 3 fatores principais:- Taxa metabólica basal: energia gasta na manutenção das funções vitais para o dia-a-dia;- Efeito termogénico dos alimentos: energia necessária para a realização de diversos processos realizados no processamento de alimentos pelo corpo;- Atividade física: energia extra, gasta para a realização de qualquer atividadeAlém destes serem os 3 principais intervenientes, existem outros fatores que podem levar a alterações no metabolismo, como alterações hormonais e desequilíbrios fisiológicos. Sabendo agora as principais características do metabolismo, é importante estimulá-lo com algumas dicas simples e desta forma conseguir uma resposta mais rápida na perda de peso:- Mudança de hábitos alimentares: aumento do consumo de proteína, ter horários regulares de refeições, não restringir nenhum nutriente por longos perdidos de tempo, entre outros.- Manter um peso corporal saudável, com uma adequada percentagem de gordura versus massa magra (muscular);- Iniciar ou aumentar a prática de atividade física diária;- Alterar hábitos de estilo de vida, como sono reparador e diminuir os níveis de stress. Identificando as variáveis do metabolismo, podemos afirmar que este não é o “culpado” por não conseguir atingir o objetivo de perder peso. Este poderá dificultar um pouco o processo, dependendo de cada pessoa, mas a perda de peso advém, essencialmente, das calorias que ingere versus as que gasta.Sendo a alimentação, atividade física e a composição corporal fatores variáveis, que podem ser modificados, é nestes aspetos que tem de se focar diariamente e que vão beneficiar o seu equilíbrio metabólico.

Saber mais